domingo, 22 de dezembro de 2013

Mais um speedpainting

Aqui vai o video de speedpainting de uma pintura que fiz pro amigo secreto da firma. O vídeo não está completo porque tive alguns problemas na captura, mas tá valendo, né? ;)








quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Promoção de Natal!!!


Pois é gente, minhas cópias de autor chegaram e decidi vender algumas aqui pelo blog!

Estão disponíveis DEZ cópias de Vidas Imperfeitas, autografadas e de quebra, ainda leva um brinde!! (um cartão postal do Vidas).

A primeira leva de pedidos será realizada até o dia 31/12. É, eu sei que o prazo é curto, mas irei reunir todos os pedidos feitos até essa data e enviar todos pelo correio (carta simples) de uma vez. Por isso, peço a paciência de todos que fizerem o pedido, que não vai chegar no Natal, mas desta forma irei me organizar melhor. Caso todas as cópias sejam vendidas antes da data, irei enviar assim que esgotarem.

Se tudo der certo, pensarei em abrir outra leva em janeiro. Lembrando que são cópias autografadas!! ;)



  • Qual a promoção?


1 cópia autografada da primeira edição de Vidas Imperfeitas publicada pela editora HQM + 1 brinde (cartão postal do Vidas) + Frete (carta simples) = R$10

(lembrando que o preço de capa é de R$8,90 e o adicional é para o frete)


  • Como adquirir?


Mande um email para (marycagnin@gmail.com) com nome completo e endereço que eu enviarei os dados para o depósito bancário.


  • Como é o pagamento?


Por depósito bancário (Bradesco). Sempre peço para enviarem o comprovante.


Qualquer dúvida que tiverem, deixem nos comentários ;)


terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Cartões de Natal, o mundo do freela, e decisões tomadas

Fiz estes cartões de Natal para queridos amigos meus. Eu gostaria de poder produzir mais, de ter tempo e disposição (os dois juntos, de preferência). Fico fazendo planos para o recesso de final de ano, finalmente trabalhar nos meus projetos, mas é aquela coisa... não sei se vai dar muito certo.



Acabei fazendo algumas escolhas para o ano que vem que vão tomar ainda mais do meu tempo do que tive esse ano, e por mais que pense que estarei perdendo a liberdade sobre a minha rotina, talvez seja mesmo a coisa certa a se fazer neste momento. Não sei se estou preparada para encarar o mundo do freela, da insegurança financeira, mesmo que isso signifique sacrificar meus projetos pessoais, a possibilidade de criar coisas minhas. Na verdade, não quero ter que sacrificar tudo isso, vou fazer de tudo para manter meus projetos paralelos, mesmo que fiquem ainda mais para segundo plano.

Quem me conhece sabe que gosto muito de ter controle sobre as coisas que eu faço e principalmente sobre meu tempo, e por muito tempo, o mundo do "freelancer" me pareceu a ideial. Total liberdade para trabalhar, onde eu quero, como eu quero, quando eu quero. Isso também quer dizer que, por outro lado, ele é instável, hoje você tem trabalho e amanhã não. É preciso estar sempre em busca de novos clientes, estar sempre no pé pra mostrar que você existe, está lá e precisa de trabalho. Também quer dizer que nem sempre pode se dar ao luxo de dizer "não", afinal, muitas vezes a grana fica em primeiro lugar. O mundo do freela também quer dizer controlar suas próprias finanças, pagar impostos e outros tributos que ficam a cargo da empresa, tanto que acabamos esquecendo que existem.

Todos esses fatores podem ser contornados, é claro, mas o que mais pega na realidade é o fato de trabalhar sozinho. Primeiro parece ótimo não ter que "socializar"e poder se focar no que é importante pra você. Mas ficar enfurnado em seu quarto a maior parte do dia, e muitas vezes com pessoas que não entendem que você está trabalhando só porque está em casa, isso é complicado. O contato humano, a troca de experiências, de opiniões... coisas que só o ambiente coletivo profissional pode nos proporcionar, é o que mais faz falta. Ficar sozinho em casa pode te deixar pirado também se você não souber contornar.

Algumas pessoas me dizem que devo continuar criando histórias, ainda mais depois do sucesso do Vidas pela HQM. Gente, eu achei isso o máximo, é sério. Eu quero muito criar outras histórias, me envolver com outros personagens, outros universos. Mas ainda não dá pra viver só disso (e voltamos a ideia dos projetos mais paralelos).

Agora a gente pega tudo isso e coloca na balança.

Nossa, como eu queria ter essa vida de artista.

É, talvez eu tenha nascido para isso. Talvez...

Mas então fazemos escolhas para nossa vida, e não importa que tudo dê errado, o importante é tentar. Só pra poder dizer "isso realmente não é pra mim" ou então "que bom, era isso mesmo o que eu queria". Só que a gente não pode ter medo de tomar decisões, de seguir em frente. Os sonhos mudam, as nossas visões também, e a gente sempre pode parar, pensar, e decidir novos caminhos.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O perfil do leitor de Vidas Imperfeitas

Sei que abri o formulário há décadas atrás, mas decidi postar um gráfico com o resultado da pesquisa "Qual o perfil do leitor de Vidas Imperfeitas?". As perguntas foram basicamente as que estão no resultado, só algumas eu editei com o que era mais relevante. ;)


terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Header novo no blog e um passo a passo

Hoje acordei inspirada e decidi criar uma ilustração nova - e toda especial - pro header do blog! Aqui vai a sequencia da pintura:


Rascunho inicial


Arte final

Adição de cores base

Adição de contraste

Colorização do cabelo

Adição de mais contraste, brilho e nuances de cores. Ajuste de Color Balance.

Adição de textura e detalhes finais

Final:



Espero que tenham gostado! ;)

domingo, 1 de dezembro de 2013

Everything's changing

O Mercado de Pulgas foi inesperadamente legal. Chegando lá, descobri que me colocariam no palco pra apresentar meu trabalho e responder as perguntas do público. Fiquei tipo WOW, como assim? Nunca fiquei muito confortável em me expor, mas encarei o desafio e acabou sendo bem bacana. Um tempo depois, as gêmeas do Futago Estúdio chegaram e eu não tive que ficar no palco sozinha, rs.




Logo depois teve uma mesa de sessão de autógrafos, e poxa, fiquei bem surpresa quando começaram a formar uma fila!

Eu e as meninas do Futago Estúdio, Shirubana e Soni.

Essa nova fase tem sido muito legal e cheia de surpresas boas. Tenho muito a agradecer as pessoas que tornaram isso possível. Sem saber, me tornei mais conhecida do que imaginava, e um novo horizonte se abre pra mim. Não sei direito ainda como encarar esse horizonte, porém. Eu sei que agora existe um mar de possibilidades, e eu fico me perguntando qual seria o melhor caminho...


Qual o melhor caminho, eu não sei. Mas quando vejo a edição nova do Vidas, e as outras duas que estão por vir, eu penso "Nossa, deu certo mesmo". Eu fiz do jeito que eu queria, e deu certo mesmo assim. Se quer saber, eu preciso continuar fazendo as coisas do meu jeito, disso eu tenho certeza.

Ah, outra coisa, eu abri uma enquete no blog (ali no menu da esquerda). Queria saber uma média ideal de posts por semana, se devo postar mais ou menos, etc. Se puderem, respondam ;)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...